domingo, 17 de maio de 2009

VSP Discos 1: Riachão


Sonho de Malandro- Riachão- 1981- Tapecar

Historicamente, o samba baiano sempre foi deixando de lado pelos meios de comunicação tradicionais. Achar discos de cantores e compositores como Batatinha, Panela, Tião Motorista e Ederaldo Gentil sempre é uma tarefa difícil para os fanáticos por música popular.

Clementino Rodrigues, o Riachão, é um dos grandes nomes da canção baiana. O começo da vida artística deste personagem da nossa música popular foi na Rádio Sociedade de Salvador, passando depois a compor canções para artistas como Jackson do Pandeiro e Marinês. Sua canção Cada Macaco no Seu Galho foi gravada pelos medalhões da MPB Caetano Veloso e Gilberto Gil. Porém, mesmo assim, Riachão passou um longo período esquecido.

Nos anos 80, o sambista baiano gravou seu primeiro disco solo bancado pelo Desenbanco, empresa onde ele trabalhou durante muitos anos. Foi assim que surgiu este Sonho de Malandro, belo álbum com canções engraçadas como Eu Também Quero; Dia do Coroa; Você Tá Viva e Bacalhau. Riachão também demonstra ser um inteligente cronista da cidade de Salvador em canções como Lavagem do Bonfim e Baleia da Sé. Bastante versátil, ele também arrisca a veia romântica em belíssimas canções como Eu Queria Ela e Diga-me Sim. Belo trabalho, que infelizmente nunca foi relançado em CD e teve pouca divulgação.

Em 2000, o sambista passou a ser redescoberto graças a cantora Cássia Eller. Ela regravou a canção Vai Morar Com o Diabo de autoria do baiano no disco Acústico MTV. Quatro anos depois, ele foi tema do documentário Samba Riachão de Jorge Alfredo, que ganhou o prêmio de melhor filme no Festival de Brasília. Hoje, aos 87 anos, o bem-humorado cantor continua ativo e se apresentando em palcos de todo Brasil.

Nenhum comentário: