domingo, 24 de janeiro de 2010

Uma antologia sobre Sinatra


“Essa história sobre preconceito racial não é nenhuma novidade para Frank Sinatra. Em Hoboken, quando ele era menino e alguém o chamava de carcamano sujo, só podia fazer uma coisa: quebrar a cabeça do cara com uma tijolada”- um amigo de infância.


“Eu posso de deixar de idolatrar um sujeito desses?”- Sammy Davis Jr.


“Éramos fantásticos na cama. Enquanto estávamos na horizontal, o nosso casamento era perfeito. Mas as brigas começavam a caminho do bidê”- Ava Gardner, que nunca teve papas nas línguas.


"Ava detestava ver a casa cheia de gente o tempo todo, e isso o deixava furioso. Quando era casado com Nancy, ele levava todos aqueles bêbados para casa, e ela, como boa italiana, preparava espaguete para todo mundo"- Hank Sanicola, amigo de Frank.


“A idéia que Frank faz do céu é a de um lugar cheio de mulheres e sem nenhum jornalista por perto”- Sammy Cahn, letrista e amigo de Sinatra.


“Deus que se cuide. Se Sinatra for para o céu quando morrer, no mínimo passará uma esculhambação no Criador por tê-lo feito careca”- Marlon Brando (que também era careca).


“Na cama, ele é o Mercedes-Benz dos homens”- Marlene Dietrich.


"Sempre achei que, um dia, Frank iria acabar na cama com um garoto"- Ava Gardner, ao ser informada de que Sinatra tinha se casado com Mia Farrow.

2 comentários:

Renata D´Elia disse...

"Sempre achei que, um dia, Frank iria acabar na cama com um garoto"- Ava Gardner, ao ser informada de que Sinatra tinha se casado com Mia Farrow.

----> GENIAL!

bjs

Renata D´Elia disse...

Matt, se puder, por favor divulge esse texto: http://www.magiconsundays.blogspot.com/ É para esclarecer sobre a saúde do Piva. Obrigada!