terça-feira, 5 de agosto de 2014

ZILDA MAYO, A PANTERA ERÓTICA DO CINEMA NACIONAL: “NÃO GOSTO DE HOMEM COM MUITO PAPO E POUCA AÇÃO"



Escreve Leonel Prata


Existem duas Zildas: uma é a Mayo, com muita maquiagem, atriz e estrela do cinema nacional, que acha o maior barato tirar a roupa na frente dos outros e que sonha ser uma profissional de muito talento, reconhecida por todo mundo, essas coisas. A outra, que não é de maio, mas de março, signo de Peixes, de cara lavada, se chama Sedenho. Mulher encantadora, que acha o maior barato vestir-se bem e que sonha, aos 26 anos, casar-se com um homem inteligente, ter muitos filhos e viver para a família. Aqui você vai conhecer as duas Zildas, o que elas fazem, pensam e falam durante o dia.



VESTIDINHO CURTO, PERNINHA GROSSA



Desde sua infância Zilda sonhou ser artista. Adorava ficar brincando de cirquinho com os amigos, fazendo de conta que era a estrela principal das brincadeiras. E ai de quem a colocasse em segundo plano! Zilda vivia em Araraquara, interior de São Paulo, com os pais e mais cinco irmãos.



Desse tempo ela nunca se esquece dos vestidinhos curtos que usava, deixando à mostra as perninhas grossas, para o delírio e sonhos secretos dos amiguinhos da rua. Nem de longe imaginava que numa de suas primeiras visitas a São Paulo, cidade grande, iria mudar sua vida pacata de criança do interior.


Estamos em 1969. Zilda foi dar um passeio na cidade, gostou, foi ficando, ficando, até mudar-se de vez, deixando as lembranças dos cirquinhos de lado e começando sua batalha rumo ao grande estrelato.



A RACHEL WELCH DE ARARAQUARA



Zilda trabalhou, durante quatro anos, como demonstradora de uma perfumaria esperando a sua grande chance. Afinal, ela era ou não era a Rachel Welch de Araraquara? Este foi um apelido que ganhou dos amigos pelos belos seios que sempre teve e que sempre tratou como se fossem uma peça de arte. Pensando bem, Zilda tem toda razão de querer preservar tamanhas joias.



A grande chance pintou e a Rachel Welch entrou com o peito e a coragem: foi selecionada para ser uma daquelas mocinhas bonitinhas do Programa Silvio Santos, que ficam trazendo calouro pra cantar e que servem de ponte entre a produção e o risonho apresentador, quando o programa está no ar. As chamadas telemoças. Dos recadinhos domingueiros para o cinema foi um pulo.



A PRIMEIRA VEZ QUE TIROU A ROUPA NO CINEMA NÃO TEVE VERGONHA. SÓ FICOU UM POUCO NERVOSA



Trabalhando com o Sílvio Santos, Zilda foi escalada para fazer uma pontinha no filme que ele produziu, “Ninguém Segura Essas Mulheres”. Zilda fez com tanta garra, que ninguém mais a segurou. O responsável pela linha de shows do programa, Luiz Carlos Braga, a indicou imediatamente para o diretor de cinema Jean Garrett. Mas como tudo na vida não cai assim do céu, o diretor não acreditou muito na moça, apesar dos seus atributos físicos. E o talento? Bem, quanto ao talento o David Cardoso assinou embaixo e deu a maior força. David falou tanto na cabeça do diretor, que ele acabou aceitando a jovem com carinha de menina e corpo de mulher. “Mas a gente tem que dar um nome artístico pra garota. Zilda Sedenho não pega bem. Que tal Zilda Mayo?”, sugeriu Jean Garrett. Até que soou bem aos ouvidos da Zilda, o Mayo. “Com Y; né?” E assim Zilda Mayo fez “Possuídas Pelo Pecado”, seu primeiro filme. Tirou a roupa, mas não teve vergonha. “Só fiquei um pouco nervosa”.



TODOS OS HOMENS QUE CONTRACENARAM COM ELA FICARAM EXCITADOS



Depois disso ninguém mais duvidou do talento dela. E começou a fazer um trabalho atrás do outro. “Excitação”, “Noite em Chamas”, “A Ilha dos Prazeres”, “Caso Cláudia” são alguns dos 13 filmes que já atuou. No último deles, “A Dama do Sexo”, Zilda Mayo é a atriz principal. Em quase todos tirou a roupa.


Você não fica de bode de ter que ficar pelada para aparecer, Zilda Mayo? “Não. Depende da cabeça das pessoas. Acho meu corpo bonito, curto ele e o que é belo tem que ser mostrado. Sem malícias. O nu artístico é maravilhoso”.



E os carinhas que contracenaram com você nua, ficaram excitados?



“Todos os homens que contracenaram comigo ficaram”, responde de imediato, com um sorrizinho maroto de quem não tem culpa de nada. E quem não ficaria?



Zilda Mayo é consciente das dificuldades de sua carreira e também que o sucesso, muito próximo, não lhe subirá a cabeça. “Estou preparada pra tudo”, diz ela, muito séria, com um ar bem profissional.



AGORA ZILDA FALA UM POUCO DELA E DOS HOMENS



Não é só tirar a roupa para as câmeras que vive Zilda Mayo. Longe das luzes e dos scripts, a mulher maravilhosa que enlouquece qualquer homem é uma menina. Tem até um cheirinho gostoso de criança, já que “adora sabonetes e esses produtos de bebês”. Pedi a ela pra falar um pouco da Zilda sem maquiagem, da mulher do dia-a-dia e com seu jeitinho de debutante do interior, voz macia, foi falando:



“Não faço gênero, sou muito autêntica e curto o momento. Gosto de acordar bem cedo, respirar o ar da manhã. Dizem que eu durmo e acordo muito bonita. Pra mim, estou sempre com a mesma cara. Faço ballet, curto música (adoro Roberto Carlos), gosto de bater papo com as pessoas, tomar sol. Amo a vida. Não me amarro em política. O Figueiredo? Não posso achar nada dele, ele bem me conhece! Abertura? Aquele programa da Tupi?”.



“No cinema sou fã do Roman Polanski, da Marilyn Monroe, da Barbra Streisand, da Sônia Braga, da Dina Sfat e do Marco Nanini. Ah, da Rachel Welch também, é lógico!”.



“Não sou do tipo namoradeira. Me paqueram muito, mas não gosto de homem com muito papo e pouca ação. Sou o tipo de mulher que o homem tem medo. Não gosto de pegar no pé de ninguém, nem de ser cri-cri. Nunca sofri por amor, porque é muito difícil eu me apaixonar por alguém. Sou apaixonada por mim mesma. Meu grande sonho é ser uma atriz de talento, pois já nasci estrela”.



Publicado originalmente na revista Homem em dezembro de 1979

Um comentário:

Almir disse...

Humildade passa longe dessa senhora.
Vi a peça Nua na Platéia nos anos 80 e posso afirmar que ela não chega aos pés de outras atrizes que vi nuas, como Matilde Mastrangi, Helena Ramos, Zélia Martins, Nicole Puzzi.........