sexta-feira, 22 de maio de 2015

Adultério, segredos e transgressões


Um rolê todo sinistro. É nessa situação que o personagem Vicente de Magnífica 70 se envolve. O cara consegue ser censor da Ditadura Militar e diretor de filmes eróticos ao mesmo tempo. A série é a primeira produção de época da HBO brasileira e passa-se nos bastidores da Boca do Lixo, polo cinematográfico paulista entre as décadas de 1960 e 1970.

Aquela época foi de um período de efervescência cultural e política. Tudo isso está em Magnífica 70. Mas não é só isso. A trama possui uma narrativa central que parece inspirada nas peças do dramaturgo Nelson Rodrigues. Vicente é casado com Isabel (Maria Luisa Mendonça), mas não consegue esquecer a paixão que teve pela irmã caçula da esposa (Bella Carnero). Tudo ia bem na vida do protagonista: o emprego acomodado e o casamento monótono faziam parte da sua rotina. Até que ele assiste ao filme A Devassa da Estudante, protagonizado pela atriz Dora Dumar (Simone Spoladore). A incrível semelhança entre Dora e a antiga paixão irá enlouquecer o censor. O protagonista irá ver-se envolvido numa trama recheada de adultério, segredos e transgressões.

A série possui treze episódios na primeira temporada. Cada parte aborda os bastidores de uma parte da produção cinematográfica. O rigor com a reconstituição de época chama a atenção. Outro aspecto interessante são os personagens. Todos fogem dos estereótipos comuns das telenovelas cujos enredos possuem bonzinhos e mauzinhos. Os protagonistas de Magnífica 70 são personagens profundos que ocultam seus dramas e sonhos pessoais. O mundo lá fora é cruel e medonho.

Todos vão trabalhar com cinema buscando dinheiro fácil. As produções da rua do Triunfo tinham um público certo e precisavam dar lucro para ter continuidade. Mas os personagens da série acabam gostando do mundo da sétima arte. Isso era muito comum na Boca paulista: anônimos tornavam-se atores, produtores e até diretores da noite para o dia. Uma parte significativa do cinema brasileiro recebe uma abordagem á sua altura. Cada um deve conferir e tirar suas próprias conclusões.



Ah sim: Magnífica 70 estreia no HBO Brasil no próximo domingo (dia 24) ás 21h. 

Publicado originalmente no site da Vice Brasil em 22 de maio de 2015  

Um comentário:

Vale Loza disse...

Excelente e Obrigado pela crìtica. Eu acho que Magnifica 70 é uma série muito bem estruturado coloca você na década de 70 épicas em São Paulo, Brasil; a ditadura militar, onde o filme era independente e não podia tocar temas tabus; Ele nos leva ao cinema chamado Boca de Lixio. O protagonista da série, Vincente (Marcos Winter), funciona em relatos de filmes que têm de censurar, uma vez assistindo a um filme e está chocado com a estrela, levando-o a Boca de Lixio e onde começou a trabalhar como diretor na produção Maginfica cinematografica. É uma série proposta diferente, no entanto eu acho muito interessante.